Espera




Plantei um sofrimento

Eu plantei uma dor
e rego pela manhã
à tarde
à noite 
Angustiada
Está brotando
Sem harmonia
Desabrigada
Sem poesia alguma
Plantei um espírito aflito

já está enraizado
o adeus.

Comentários

  1. Talvez o título pudesse ser '(Des)espera...' A dor se rega com lágrimas. E não se colhem flores, mas espinhos. Beijo

    ResponderExcluir
  2. E espero que ao menos os frutos sejam doces.

    Abraços,
    Fabiano Favretto

    ResponderExcluir

Postar um comentário