Ela é o pássaro dos meus dias

Guardo,
cautelosamente, 
retalhos de 
lembranças 
de um pássaro
pintando o céu
num verão ardente,
que voou para longe
para pousar numa árvore mais mansa.
Ele não voltará. Nunca saberá que firmei raízes para abrigá-lo...

Comentários

  1. Maravilhoso poema!!

    Que esta Páscoa seja de renovação e Paz!
    Feliz Páscoa
    Beijos doces.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde. Independentemente da publicação que está fantástica, o blogue http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/, deseja a todos os amigas e amigas, suas famílias, visitantes, comentadoras/es, e outros interessados, que passem um DOMINGO de PÁSCOA muito feliz - com muito Amor, Paz, Saúde, e muitas amêndoas docinhas - se possível junto das vossas famílias.
    Deixo cumprimentos.
    Ricardo, Águia_Livre

    ResponderExcluir
  3. voou com receio das raízes que criei para nós...escudou-se em faltas...voou..não voltou e sei que não voltará...apesar de a esperar todas as manhãs, tardes e noites!

    ResponderExcluir
  4. Esse pássaro representa a essência de um amor...
    Volta ou não... um pássaro..... ela(e) volta?

    ResponderExcluir
  5. Tão triste... :( mas lindo na mesma, acho que estes poemas mais tristes, mais solitários são aqueles que mais nos tocam pois fazem-nos questionar a vida. Páscoa feliz querida Simone, beijo

    ResponderExcluir
  6. A perda, quando queremos tanto, mas sabemos que precisamos voar também.
    Lindo poema.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Não aceitamos muito a perda, porém temos que conviver com ela.
    Beijos Simone, boa semana

    ResponderExcluir
  8. Que coisa mais triste é ao mesmo tempo gostosa de se ler.
    Bom é saber que o pássaro é livre, tanto para ir, como para voltar, um dia, quem sabe!
    Adorei!
    Parabéns!
    Beijos beijos

    ResponderExcluir
  9. às vezes a gente guardar um amor tão grande no peito e espera alguém voltar... nem sempre dá certo. :c

    ResponderExcluir
  10. Os pássaros são tão livres que vão e voltam quando lhes apetece. Pena que as vezes se vão para sempre esquecendo de arvores tão acolhedoras.

    Sensibilidade a flor da pele em versos!

    Beijos e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  11. O que se torna precioso para nós, guardamos num lugar muito especial, como no bonito poema.

    Um abraço, Lima.

    ResponderExcluir
  12. Lindo poema *-*
    Bjnhs

    http://karoline-o-meu-melhor.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. A saudade dói muito quando amamos.
    Mas, os pássaros são livres e se tem amor por onde voam, acabam voltando.
    Um lindo dia pra vc.
    Abração esmagador.

    ResponderExcluir
  14. O amor é um estado de vontade, assim como a fidelidade, entre essas regras não cabem condições. A vida é isso, idas e partidas.
    Saudações.

    ResponderExcluir
  15. Bom dia querida Simone.. pássaros sempre vão voar sobre nós... e que possamos deixar eles serem livres.. quando queremos prender o mesmo nos prendemos juntos.. e se tratando de amor o amor não flui.. beijos e até sempre

    ResponderExcluir
  16. Que bela conotação Simone!
    Esse fincar raízes por algo que nos abandona é algo tão doloroso...
    Como sempre muito expressiva em poucas palavras, parabéns.
    beijos.

    ResponderExcluir
  17. O que se espera, após uma partida, é um regresso que torne tudo igualmente intenso.
    Mas os sonhos e encantos foram feridos e já não mais haverá a eterna confiança.
    Poema triste, real, mas pleno.
    Parabéns.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  18. Suas magníficas palavras, recordaram-me de uma frase que escutei certa vez Simone:

    "Quem eu amo eu deixo livre, se voltar é porque sempre foi meu e se não voltar é porque nunca me pertenceu... mas tenho esperanças de que volte."

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. é primavera...voa e procura outro recanto de vida pássaro safado...senão fica e come as sementes que repousam na minha mão, feita alma

    ResponderExcluir
  20. Que lindeza! Pois é, desencontros acontecem, desencantos, desenganos. Pássaro que não se aninha no nosso ninho, que não se afina, que não se define. Que só foge pra outros arrebóis, longe de nós, arredios. De uma melancolia comovente, Si.

    ResponderExcluir
  21. Será que se soubesse teria ficado?
    Vai saber...

    Lindo, Si, pra variar hahaha ♥

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
  22. Algumas lembranças precisamos deixar voar.
    Ta doendo agora, mas logo passa.
    Lindo!

    Beijo

    ResponderExcluir
  23. Muito lindo... amor tem que ser livre, como o pássaro. Bjusss

    ResponderExcluir
  24. Que lindeza, você está cada dia melhor com as palavras!
    Bjs...=*

    ResponderExcluir

Postar um comentário