Das flores

Quantas vezes você já foi despetalada na brincadeira do mal-me-quer-bem-me-quer?
Quantas vezes tiveram mais medo dos seus espinhos do que pararam pra sentir seu perfume?

(...)
Minha flor, não se desespere
Seu encanto vai ser sentido
Guardado
Zelado

Minha flor, deixe o tempo passar
Fique sozinha em seu jardim 
Mas floresça
Cresça
Vença

Flor, há quem queira também as tuas dores
Que não te corte
Não te jogue
E vá embora

Espere mais um pouco
E se aquele que mesmo sentindo seus espinhos
te regar com suas lágrimas e ficar
Veja, minha flor
Existe algo em que acreditar.




Comentários

  1. Simone.
    Li duas vezes teu poema. Normalmente, leio um poema em duas ou três vezes.
    Não preciso dizer que é lindo.
    Digo além.... esse poema é uma mensagem profunda de esperança.... há sempre que acreditar que vai acontecer.....
    Uma excepcional mensagem de fé num início de mês....
    Obrigado pelo post!!! Beijocas!!!

    ResponderExcluir
  2. Somos como flores,podemos até nós despedaçar mas renascemos mais fortes e mais bonitas (sempre).

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Lindas palavras!

    esperança é o que vejo neste poema!

    brijão
    issoeoqueamo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Muito bonito, cara Simone.
    Depois das mulheres,
    as flores foram a mais bela
    criação de Deus. rsrs

    Sinto pena
    daqueles que não enxergam
    a beleza singular de uma flor.

    Beijos,.

    ResponderExcluir
  5. Assim eu vivo... como a flor do teu poema maravilhoso.
    Bjus doces querida.

    ResponderExcluir
  6. Todos os dias acreditando, que algo de maravilhoso vai acontecer...
    que o amor verdadeiro enfim, vai chegar.

    ResponderExcluir
  7. Então SIMONE, o homem que se deixar fazer-se vitimar pelos espinhos de um flor mulher, jamais aprendeu a conjugar o verbo amar.

    O que machuca não é o amor e sim, as formas incorretas de mãos inexperientes que, jamais aprenderam a tocar a sensibilidade das mulheres e se precipitam nos seus espinhos.

    Está tudo lá : Pétalas e espinhos e o sucesso requer muita competência afetiva ,o que, aliás atualmente, encontra-se com muita abundância nos relacionamentos.

    Eu quis dizer: Falta absoluta de sensibilidade para lidar com as flores e principalmente, com as mulheres.

    O que em última análise é a mesma coisa.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  8. Simone! Fiquei encantadíssima com o seu blog! Mas que texto mais lindo e cheio de sentidos! Muito bom mesmo! Parabéns pelo trabalho!
    E obrigada por visitar o "Riquezas" =D Será sempre bem-vinda!
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  9. Belo texto! Adorei :]
    Bjos, Simone.

    ResponderExcluir
  10. Ai que lindo, um amor. Bju

    http://capricheinlife.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ameeei o texto!

    Grande e lindo poema.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. As flores regadas com lágrimas alcançam os céus! abraços

    ResponderExcluir
  13. Adorei sua sensibilidade. Vou voltar! bBin

    ResponderExcluir
  14. Muito bonito! E com flores, como eu adoro! Beijinho

    ResponderExcluir

Postar um comentário