quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Antes. Agora. Depois. 2

   Voltei pra casa
   Preciso ajeitar a vida por aqui.
   Dar as mãos ao tempo e pedir que ele fique.
   Encontrei o velho silêncio perto da estante, a dor quase esquecida embaixo do tapete, os rabiscos perdidos nos livros e pedaços de memórias pelos cantos. Tinha muito medo espalhado também. 
   Vou limpar tudo.
   Pedir ajuda ao tempo. Pedir que leve o mofo, os cacos, que não me leve mais. Que me deixe em paz.


   Eu só estive ensaiando o ser feliz. Agora, eu vou ser.