Sobre você e eu II

- Sabe quando a gente pertence a alguem? E acha que não vai sentir por mais ninguem o que sente por essa pessoa? E por alguma razao, não consegue desapegar, esquecer, deixar no passado, porque essa pessoa está caminhando junto, no presente, dentro da gente? É assim que me sinto em relação a ti. Não é a primeira vez que falo isso. É o que sinto. Nao consigo mudar.
- Eu sei, porque eu sinto exatamente a mesma coisa.

 Mas cada um seguiu seu caminho. E não imaginam se seu caminho vai cruzar com o caminho do outro ainda. Não sabem se um dia serão um só novamente.








Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Sentir, viver o agora. Se deleitar de beijos e abraços em um momento singular. Falar o que vem a cabeça. Amar. Tão bom, tão puro, tão único. Único independente do passado e do futuro. Apenas único.
    Único como belo texto em meio aos outros...

    Abração,
    Iago Marcell

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, tava com saudades das suas postagens.

    ResponderExcluir
  4. Bom voltar por aqui e ver que ainda existem essas flores.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. O texto é magnifico e a fotografia brutal.
    :))

    ResponderExcluir
  6. per-ten-ci-men-to, palavra grande, né.

    ResponderExcluir

Postar um comentário