Você ainda me dói.

Não interessa o quanto eu me finja de forte, e diga pra mim mesma que o passado ficou perdido no tempo, é em você que penso todas as noites. Todos os dias. Me dá uma dica, me arruma uma desculpa, me ajuda a te esquecer, que eu já fiz de tudo, mas é de você que eu lembro quando uma estrela cadente cai. Na minha cabeça, eu pinto tua imagem tão nítida, e ouço tuas palavras tão sérias dizendo que me amava. E é disso que mais me lembro. Do teu euteamo me abraçando com um olhar doce. E do meu euteamo pra ti como um segredo, algo sagrado, que nenhuma outra pessoa ouviu. E que ainda falo baixinho, só pra mim. Só pra ti. E que ainda faz doer aqui dentro. Sim, você ainda me dói.  (...) 




Sabe quele sempre e pra sempre? Ele existe.

Comentários

  1. rs Acho que estamos vivendo as mesmas situações esses tempos, saudades que doem, desejos escondidos... Situações que machucam, né. ;/

    Belas palavras. ;*

    ResponderExcluir
  2. Malditos pensamentos fixos! rsrsrs
    lindo texto

    ResponderExcluir
  3. Por fora somos forte e por dentro nos derramamos em lagrimas.

    ResponderExcluir
  4. Não é facil esquecer um grande amor, mas so quando a casa esta fazia ou quando a gente troca a mobilha, é que o outro amor consegue chegar, se instalar!!

    Teu blog sempre lindo,
    bjos Tauana Raio De Luar

    ResponderExcluir
  5. Há sentimentos que demoram a sair de nós.. algo parece prendê-los... E, em contra partida, eles querem ser livres, e presos, passam a doer em nós... Mas calma, por mais que demore, eles conseguem fugir.. se libertam, e nos libertam..
    Beijos minha linda!!

    ResponderExcluir
  6. Dói. E doer, apesar de tudo, é ainda estar viva. Viva ao ponto de voltar a sorrir.

    Beijos cheios.

    ResponderExcluir

Postar um comentário