Desbotado de colorido

Pintei a casa. 
Cor nova, fresquinha. 



O teu nome bem marcado na parede do meu quarto, bem próximo à minha cama virou sombra, tá fraquinho. Afastei a cama, pra longe, pro outro lado. Queria que isso adiantasse e fizesse com que o que sinto por ti, também virasse sombra do passado, que não doesse mais, sabe? Eu tento fugir, tento mesmo, mas não consigo me livrar das nossas cores, dos nossos tons. Queria borrar as lembranças e me livrar de você, jogar tinta grossa no que já passou e pintar na minha vida outros traços. 




Eu quero apagar o desbotado. 
Quero colorir de novo.




Comentários

  1. Sentimentos à flor da pele...
    Característica mais que marcante dos teus textos...
    É incrível como, mesmo que com uma ou duas mãos de tinta o nome não saia da parede...É muito difícil Simone apagar o que no coração está mais que cravado....

    Te amo muito
    minha irmã-amiga-filha**

    ResponderExcluir
  2. Realmente fácil não é, nem um pingo...
    Mas temos sempre que experimentar novas cores, novos coloridos.
    Imagine quando aquele já está desbotado.

    Sentimentos à flor da pele... /2 rs

    Beeijos, moça ;*

    ResponderExcluir
  3. Ain Simone, e como eu te entendo hein.
    Tem sentimentos que demora tanto pra passar né? Pelo menos para nós duas, pq tem mta gente que esquece com uma facilidade que até me espanta. ;/

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mone, boa noite!!
    Hummm... Tintas, tintas... A gente sempre tem um problema com tintas que desbotam nos nomes da parede, mas estão intensamente coloridas ou acinzentadas no coração... O negócio era despintar o coração, mas a indústria do látex ainda não inventou um removedor bom... Arrastar a cama arruma de outro jeito o quarto, mas... acho que não arruma a vida... A gente joga as lembranças fora... E elas estão batendo na janela do nosso quarto, com a luz do sol, na manhã do dia seguinte...
    Que fazer?!
    Não fazer...
    Fingir que é cego dos olhos, surdo dos ouvidos... E esperar que o nome se apague na parede... por si só...
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos
    Lello

    ResponderExcluir
  5. Lindo post...
    vou postar no meu...
    Quem dera fosse fácil, apagar tudo e não lembrar mais do passado..
    quem dera..

    Tauana Raio De Luar
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito Simone, achei vc pelo grupo do face, gostei muito, vou seguir!
    Passa no meu tb!
    beijos
    http://mauenaoviver.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto muito dessa sua maneira de escrever, como se estivesse falando diretamente com a pessoa. Traz o seu sentimento pra o coração de quem lê.

    E o verso que você gostou, "beijo os lírios da vida", eu quase tirei do poema. Acabei deixando por lá.

    Beijos grandes e grandes.

    ResponderExcluir
  8. Lindo texto!!!
    Tambem quero um novo colorido!
    Bjus

    ResponderExcluir
  9. Simone você sempre com as melhores postagem.

    ResponderExcluir

Postar um comentário