sábado, 28 de abril de 2012

Pra coleção de mentiras 3



 








- Não. Não era amor.
- Pensei que você tivesse dito uma vez que acreditava que amor fosse pra sempre.
- E acredito. Mas, ouvi dizer que uma mentira contada mil vezes, torna-se verdade um dia. Tem coisas que é melhor esquecer.




sábado, 21 de abril de 2012

Se fosse só sentir saudades...*

Peguei a tua foto hoje. Ela ainda está no porta-retratos. É, eu tinha esperanças que ele voltasse pra estante, perto da caixinha branca e rosa e junto dos meus livros. É, esperei que tudo voltasse ao normal. Sim, sofro de ilusões exageradas. 
E fiquei ali no meio do quarto, com você nas mãos, olhando pra mim, com a mesma expressão de antes, com aqueles olhos. Aqueles mesmos, que aquecem minha alma. E quis ouvir tua voz de novo. Te encontrar. Te ver. E quis tanto não ter te conhecido. E quis tanto que você fugisse da minha cabeça, sabe? Juro, é verdade. Preferia que nós tivéssemos um dia qualquer na vida, nos visto na rua, entre muitas pessoas, e só. Você seguisse caminho e eu, o meu. Agora isso é tão difícil. Eu tô te encontrando nas músicas que eu mais gosto, trechos de textos soltos por aí, em anotações perdidas em livros e agendas. E machuca... E nem sei quanto tempo passei te olhando e perdida em tempos-nossos-passados, mas caí em mim quando toquei de leve no teu rosto e o vidro frio do porta-retratos me despertou. Aí te guardei na gaveta de novo, assim como todos os dias, no final de cada um deles, te coloco pra dormir do meu lado.


* ...mas tem sempre algo mais.
 Angra dos Reis ~ Legião.

domingo, 8 de abril de 2012

Um ainda-amor 2


Eu vi você sem mim 
Tocando o barco pra frente 
Voando em outros jardins
E a ferida (ainda) exposta, doeu.