Uns dias, sim.

Nem chegou a noite ainda e já me repreendi mil e duas vezes, tentando afugentar você dos meus pensamentos. Hoje senti trinta pontas de arrependimento. De ter soltado tua mão, me desviado do nosso caminho e te deixado seguir sozinho. Tua falta me dói. Idiotice minha dizer que não. Idiotice também ainda falar de nós. de ti. de mim., eu tento, me faço de forte tão bem, mas tão bem, mas é que tem dias, querido, que é difícil manter o controle, o 'não me importo mais', o 'já acabou, não quero saber'. Às vezes, é muito difícil não apertar a tecla 'momentos bons', 'olhos lindos' ou o áudio 'sorriso gostoso'. Agora, insconscientemente isso acontece. Sempre, na verdade. Tenho usado bastante tua imagem. Pra me acalmar nos momentos mais duros, pra me fazer rir quando me bate aquela tristeza, e ironicamente, pra continuar a viver. Sim, você me faz querer viver. Muito. Acho que é aquela esperança de te encontrar no meio daquele caminho e algo acontecer. Tua falta me dói. Já te disse isso?  Já te falei o quando é ruim aqui sem ti? O quarto sempre arrumado esperando nossas bagunças e o lado direito da cama mais alto, porque não ousei ocupar seu lugar. Nem ninguém. Nem no meu coração. Isso não te importa nem um pouco, não é? Porra... Eu sei. Aliás, tudo bem. Isso aqui não é pra te implorar, não é pra te fazer voltar. É só pra... pra... pra... tem dias, sabe, que tua mão deveria estar junto da minha. Meu corpo, junto do teu. Teus olhos sobre/sob os meus, meu riso acontecer na mesma hora que o teu. Tem dias que eu preciso tanto de você. Tem dias que eu te quero perto com uma urgência do caralho. E se eu ainda te amo? Uns dias sim. E outros, mais ainda.

Comentários

  1. "...mas é que tem dias, querido, que é difícil manter o controle ..."

    Liindo *-*
    http://oamorhadevencer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo.
    E desesperador também.
    ver tudo isso de dentro e contunuar dentro e vendo tudo.

    Gostei.
    Bei-jo flor

    ResponderExcluir
  3. Também doeu aqui e eu acho difícil que alguém não se identifique porque essas lacunas e culpas são, embora diferentes pra cada um, sempre muito presentes nas vidas de todos.

    Quem tem coração, sabe.

    Gostei imenso, flor.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Parabens pelo lindo blog,
    poético lindo e encantador!
    vou segui -la com toda certeza;)
    se der visita meu blog
    http://samaraveras.blogspot.com/
    Beijo fica com Deus!

    ResponderExcluir
  5. "meu riso acontecer na mesma hora que o teu."

    Cara, isso é uma das coisas mais lindas, um casal rindo da mesma situação, na mesma hora, é uma sintonia tão limpa. E que acontece tão pouco comigo, na verdade há tempos isso não acontece comigo. rsrs

    Mas enfim, adorei teu texto, e esses 'palavrões' que vc citou, cairam bem. ^^

    ResponderExcluir
  6. Muito bem. O q dizer em meu primeiro comentário, na primeira visita q faço.

    Começo dizendo que estou aqui, lendo esse belo texto, e outros mais antigos, por indicação de minha adorável amiga: Vanessa L.

    Parabéns pelo post, confesso q não sou de acompanhar blogs de tons mais pessoais, caso raro, mas por "má" influência estamos aqui. E se valer de alguma coisa, prometo voltar mais vezes. Já estou até seguindo o blog.

    Felicidades a blogueira e para aqueles que aqui visitam. Sorte em todas as jornadas...

    ResponderExcluir
  7. Ah o amor.. às vezes tão confuso, mas sempre tão lindo!! Vale mesmo a pena deixá-lo seguir sozinho, sem esgotar TODAS as possibilidades? Bem, penso que não.. e ainda que doa, se é amor, vale a pena...
    Beijos Flor!

    ResponderExcluir
  8. Como é difícil se desprender de certas coisas. No começo você se sente como alguém que tem os pés presos na areia movediça, mas depois de fazer uma forcinha você sai, você sempre sai!

    ResponderExcluir
  9. Tá bom que dói todo dia... Mas a gente finge que tá tudo bem e sorri pra dentro. Se repreender não funciona, o fato é aceitar que amor não dá pra retirar do peito. Vivê-lo vale mais ;D

    Dica da Mari :*
    http://brilhopequeno.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário