Sem esperar por resposta

Oi. Está tudo bem? Espero que sim. Mesmo. De coração. Você duvida e acha que eu quero mais é que você morra. Mas, não. Você foi tão importante pra mim e sei que alguma coisa entre nós teria dado certo, se eu não fosse igualzinha a todas as outras...Você deve se lamentar toda noite por que eu, justo eu e não alguém mais o seu número, não é? Tudo bem em admitir, já fui pedra no sapato de outras pessoas também. No passado, sabe? Hoje evito bastante me envolver! Hoje, depois de você. Às vezes penso que quando eu não sabia amar, era mais fácil. O amor nem sempre facilita as coisas. Mas eu não quero falar de amor, não. Você me conhece, sabe que eu não tenho vocação pra isso. Eu iria me perder e dificilmente conseguiria terminar uma frase sequer. Mas, eu senti. Tudo o que eu queria ter te falado e te mostrado esteve vivíssimo aqui no peito, só que em meio a bagunça. Agora não interessa, já é tarde e eu ainda sou igualzinha a todas as outras... Não espero mais que você me compreenda ou diga que me ama como disse tantas vezes. Eu não quero que as expectativas desçam pelo ralo do banheiro junto com algumas lágrimas. Eu estou parando por aqui. Com você. Com o que foi nós. Com o que poderia ser com outra pessoa. É bom dar um tempo de vez em quando por tempo indeterminado...pra pensar melhor, pra ser alguém melhor, pra fazer nada e esfriar a cabeça, pra entrar na moda... Sabe, não vai doer. Não vai doer mais. Do coração só sobrou um caco e esse eu tô jogando fora...



Comentários

  1. Às vezes é do caco que o coração se renova.

    Beijãozão.

    ResponderExcluir
  2. Simone, juro que eu poderia assinar esse teu texto porque estou exatamente nessa vibe.

    Adorei, me senti em casa nas tuas linhas.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Lindo Simone! Muito vivo! respira...

    abraço com carinho!

    ResponderExcluir
  4. Quando não sobra nada realmente não doí.
    Dai o desapego entra, e faz sua parte. rs'

    beeijoca moça ;*

    ResponderExcluir
  5. " Às vezes penso que quando eu não sabia amar, era mais fácil. "
    Disse tudo.
    Texto muito bom!

    ResponderExcluir
  6. Queriida tem um selinho no meu Blog pra vc tb!!
    Bjãao!!

    ResponderExcluir
  7. Mais uma página do meu diário, nossa muito eu ai nesse post ! incrível.
    Mas é hora de abandonar os cacos inclusive esse último que está nas nossas mãos.

    beijo meu .

    ResponderExcluir
  8. "Sabe, não vai doer. Não vai doer mais. Do coração só sobrou um caco e esse eu tô jogando fora..."


    Você falou de mim...bem de mim...aqui dentro sabe? Adivinhara (particamente)cada palavra que eu senti e desejei partilhar com a pessoa que se fora. E muito obrigada; e precisava ouvir o coração de alguém para que eu não me sentisse tão só. Lindo o texto.

    Foi um coração que pulsou aqui. Graças a Deus!

    ResponderExcluir

Postar um comentário