Sobre cair

Foi a ânsia de acertar que a derrubou tantas vezes. Ela já se acostumara. Agora as feridas já não doíam tanto assim. Batia a poeira e levantava. E continuava.

Comentários

  1. Claro, sempre bater a poeira, levantar e continuar...
    Com muito apreço...


    Bei-jos

    ResponderExcluir
  2. A gente aprende mais na dor, certeza.

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Essa ai parece comigo procuro e não acho, mas não desisto!

    Ahh no meu blog tem uma postagem em seu nome!

    ResponderExcluir

Postar um comentário