A parte bonita


   Estava correndo de costas pro sol.
   Fugia. 
   Mas, no fim da tarde, um raio gentil tocou-lhe a pele.
   Quando virou-se , as cores e a sensação morna e dourada a envolveu e surpreendendo-se com o riso sufocado, chorou encantadoramente.
   Voltou, caminhando devagar, um pouco hesitante, mas fascinada, vendo o sol se esconder atrás do monte, inundando o mundo com uma luz intensamente tranquila.    
   Por que estava fugindo? Tudo aquilo era lindo. E ela amava o por-do-sol. Poderia vê-lo sempre, se não fugisse, e o amaria ainda mais.
   Tinha certeza, ele não lhe queimaria a pele. Ele lhe traria belas cores e encheria de sorrisos seu coração.



Comentários

  1. Ele é assim mesmo, nos enche de medo mas depois nos anima com seu morno contato.

    lindo.
    sempre aqui....

    Beijoss

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho comigo que essas coisas pequenas são as que fazem com que a vida valha a pena. :*

    ResponderExcluir

Postar um comentário