segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Ele, ela e as outras-dela

-Por que você não pode ser a mesma pessoa todos os dias?

O que ele ainda não havia percebido era que ela não era uma a cada dia. Era várias e várias por dia.
Talvez ele nunca se acostumasse.
Talvez ela nunca mudasse.
Talvez ele precisasse de uma só, menos inconstante, menos estranha, com menos tudo que ele odiava nela.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Qualquer coisa como a luz e a vida*

Ai, como eu queria segurar teu rosto entre a concha das mãos e olhar infintamente esses teus olhos. Vou te contar uma coisa: me apaixonei por eles e só depois por você. Desde aquela quinta-feira, lembra? Você e eu. E o teu olhar deitado sobre mim, com ar de criança inocente. Sabe, quando fecho os meus e volto até aquele 28 estrelado, vejo os teus tão perto, me tocando, falando silenciosamente, beijando meu rosto devagar. E os meus choram. São tão possessivos... queriam ter os teus sempre... queriam mergulhar nos teus todo o tempo... Queriam morrer nos teus. Os meus amam tanto os teus, tanto, que nenhum outro par de olhos vai conseguir amar além.




                                      *Título: Verso de Vinicius de Moraes em Ausência.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Por ser intangível

- Não dá mais.
-O quê?
-O que antes era nos dois.
-Mas o q...
-Você sabe. Sinto muito. (...)

Ele deixou cair a margarida no chão quando ela se foi. Ele sabia que ela amava margaridas. Mas ela fingiu não ver a flor, para não ser mais difícil para os dois.


Selo


Esse selo mais-que-lindo veio da Angel do blog http://eeuborboleta.blogspot.com/
Muuuito obrigada, Angel.

Regrinhas:
1. Seguir o blog que te indicou o selo

2. Linkar o blog que te indicou, para que outras pessoas possam conhecê-lo.
3. Indicar o selo para outros 5 blogs:
 

http://somdospassos.blogspot.com/
http://coisasqdaonatelha.blogspot.com//
http://criiis-taal.blogspot.com/
http://claudioserra19.blogspot.com/
http://sentimentaisaoextremo.blogspot.com/


sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Terceiro encontro

  -O que você faria se eu te beijasse agora?
  -Ahn, (...), fecharia os olhos.

  E como em uma cena em câmera lenta, ele sorriu de leve e se aproximou. As pessoas alegres nos porta-retratos observaram ele cruzar a sala e sentar-se junto dela no sofá.
  -Gosto muito da cor do seu cabelos- disse, enrolando os fios castanhos no dedo. Ela sorriu, mas ele estava sério e olhando-a como na primeira vez em que a viu. Uma tarde em que ele a flagrou observando o sol  se por, encantada, como se aquele fosse o primeiro por-do-sol que presenciava e lembrou-se de querer entrar nos seus olhos, nos seus pensamentos e lê-la por inteiro. Cada metáfora.
  Ele se aproximou e a beijou. E ela desejou que a noite não terminasse. O barulho da rua e o programa na tv pareciam agora bem distantes e os dois não se largaram mais.
  Durante horas...
  -Era exatamente assim que eu imaginava que seria.
  -O beijo?
  -Gostar de alguém.
  -Como?
  -Como... ahn... como alguém ser desconhecido pra você e você ter certeza que pode levá-la para casa, se ela precisar. Entende?
  Ela sorriu. Entendia, sim.
 
  ... E durante anos.
  Até que o destino o levou pra longe, e ele foi deixando seu coração e levando o dela. O destino se encarregaria da troca.
  Ou não.
Esse selo veio dos Som dos Passos!


1. Qual seu maior sonho?
     Muuuuita felicidade pra mim e pra quem eu amo.
2. O que te faz sorrir?
   O por do sol^^
3. Diga o que acha sobre o blog que te enviou o selo:
   O Som dos Passos é muuuito tudo de bom. Adoro as palavras da Vanessa porque não são só palavras. Dá pra sentir só de ler.
4. Indique aos blogs que fazem um sorriso nascer em seu rosto, toda vez que você olha:
   •http://melodiainvertida.blogspot.com/
   •http://simpleseeinefavel.blogspot.com/
   •http://jujubaseelefantesmurchos.blogspot.com/
   •http://pensamentuz.blogspot.com/

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Sobre cair

Foi a ânsia de acertar que a derrubou tantas vezes. Ela já se acostumara. Agora as feridas já não doíam tanto assim. Batia a poeira e levantava. E continuava.

Selo






Esse selo veio de dois blogs lindos e que sempre me tiram do tédio:
Da Vanessa de Som dos Passos
Da Bia , de Exceção à regra !!

1: Coisas que me tiram do tédio:
  Ouvir música, ler, cantar, conversar, escrever.

2.Blogs que me tiram do tédio:

http://criiis-taal.blogspot.com/
http://pensamentuz.blogspot.com/
http://papiillon.blogspot.com/
http://o-que-ninguem-ve.blogspot.com/
http://bvsouza.blogspot.com/
http://palavrasdeluna.blogspot.com/

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Ela precisa, sim... E precisa tanto...

Ela continuou ali, deitada, imóvel, com o celular no ouvido mesmo depois de ele ter desligado. As palavras dele sempre causaram impacto nas emoções dela. E agora, que se encontrava com sensações e pensamentos à flor da pele, era mil vezes mais difícil, ela sabia, de compreendê-la, amá-la?, de aturar seu jeito distraído e meio complicado. Mas, o que ele não conseguia entender era exatamente o que ela estava sentindo por dentro. Ele estaria sentindo a mesma coisa? (...) Não! Nem sentiria. Nem agora em meio à poeira nem depois que toda ela baixasse. Ela sentia vontade de comer, dormir e de sorrir direito, com vontade, como antes. Só que ultimamente, sentia-se cansada demais para isso, do tipo 'quanto maior o sorriso, maior a insegurança'... ~


:"(...) aos olhos nus, não passava de uma chuva repentina, mas aqui dentro soava como uma tempestade.
                                       Clarice Lispector

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

(In)Consciência


   Eles estarão lá com palavras duras para arremessarem na sua cara até fazê-la sangrar , e com olhares carregados de maldade ou pena, testando sua peciência, até você explodir e mandá-los para o inferno. E você vai pensar naqueles planos de adolescente de abrir seu par de braços e voar para bem longe e procurar a felicidade que deveria ter vindo, sim, bater à sua porta. Você vai ficar exausta de pensar o quanto deveria ter ido mesmo por aquele outro caminho. E vai descobrir, menina, que não adianta mais, porque não tem meios de voltar. Talvez pragueje contra o tempo, culpando-o  pelo que está sentindo. Talvez devesse parar de se desfazer em lágrimas, de se machucar, de magoar o mundo.
   Você é tão criança adulta! Por que age como adulta criança?
   Não fica preocupada, não. Sim, esquecer é tarefa difícil, tem razão. Mas, será que o passado deve ocupar todo o presente e o futuro também? Provavelmente não. É um preço alto para uma vida curta. É um desperdício a toa. Cuida de ti, da tua vida, de quem te ama. Cuida do teu coração. E deixa todo o resto. 
   Deixa tudo. E voa.




sexta-feira, 5 de agosto de 2011

A parte bonita


   Estava correndo de costas pro sol.
   Fugia. 
   Mas, no fim da tarde, um raio gentil tocou-lhe a pele.
   Quando virou-se , as cores e a sensação morna e dourada a envolveu e surpreendendo-se com o riso sufocado, chorou encantadoramente.
   Voltou, caminhando devagar, um pouco hesitante, mas fascinada, vendo o sol se esconder atrás do monte, inundando o mundo com uma luz intensamente tranquila.    
   Por que estava fugindo? Tudo aquilo era lindo. E ela amava o por-do-sol. Poderia vê-lo sempre, se não fugisse, e o amaria ainda mais.
   Tinha certeza, ele não lhe queimaria a pele. Ele lhe traria belas cores e encheria de sorrisos seu coração.



quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Outra estação

   Sabe quando você conhece alguém e acha que essa pessoa foi feita exatamente pra você? E com o passar do tempo descobre que esse alguém é realmente o alguém que vai fazer você feliz?
   Ela havia  conhecido um. Um alguém. Alguém belo por dentro e por fora e que sabe cativar, criar infinitos laços. Alguém único e especial no mundo!
   Alguém que a fez especial. A fez sentir-se única. Sem segredos. Como se fossem mesmo um só. Era alguém que não entendia muito bem o que ela sentia, mas tentava. E insistia.  Acreditava. Tinha fé.  
   Um alguém que ela queria com todas as forças, com tudo que poderia sentir por alguém, para muito além do que simplesmente até o final dos seus dias. Era alguém que povoava seus pensamentos todo o tempo. Que dormia e acordava com ela.  E por quem ela rezava todos os dias, andando pela rua ou antes de dormir.
   Alguém que preenchia sua vida. Inteira. 
                     
                                                                                    

                                                     : Feliz Aniversário, Paulo.  Amoooor 83^^
  

terça-feira, 2 de agosto de 2011