Além-ar/infinito

Todas as pessoas prometeram estar sempre ali, apesar de tudo. Juraram nunca me deixar e disseram que eu não ficaria sozinha.
E foram embora.
Você chegou em silêncio, me abraçou, me beijou, me amou...
Não precisou de muitas palavras, nem de promessas.
Você simplesmente permaneceu.


Não ir embora: Ato de amor e confiança.
(A menina que roubava livros)


Comentários

  1. Verdade, às vezes só a permanência é o suficiente

    ResponderExcluir
  2. é por isso que detesto promessas...
    Demonstrar é preciso!

    ResponderExcluir
  3. Promessas são desnecessárias quando o amor se faz presente!

    bjs

    ResponderExcluir
  4. A menina que roubava livros *--* rs'

    Quem muito fala pouco faz.
    Ultimamente as promessas estão sendo muito em vão.
    Por isso não é bom esperar nada de ninguém. rs'

    seguindo tbm flor ;D
    beeijoca ;*

    ResponderExcluir
  5. Retribuindo a visita...
    Te leio sempre e gosto muito do q encontro aki tb.
    Um abraço cheio de prosa e poesia p vc ;)

    ResponderExcluir
  6. Nossa nunca consegui ler esse livro e tnho ele aqui...

    Blog lindoooo, ja to seguindoo e volte sempre ao meu amor de alma...

    Bjsss

    ResponderExcluir
  7. São nesses momentos que se reconhecem os verdadeiros amores. Eu amei esse livro. O seu blog é uma fofura, estou seguindo. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Amei essa postagem, aconteceu muito comigo, pessoas que chegaram conquistaram e foi embora.
    Me identifiquei!

    ResponderExcluir

Postar um comentário