sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Que 2011 seja belo' Que seja doce'
Pleno

Que nós possamos juntos alcançar os braços de Deus e fazer do nosso caminho o mais alegre traço que existir. Unir amarelos e verdes e azuis sem medo. Que a gente voe junto. Abramos as asas e nos deixemos levar no vento por sorrisos alvíssimos e contagiantes. Menos dor. Mais brilho nos olhos. Eu quero inventar aquarelas que possam se tornar reais e que mesmo que pareça perfeito demais pra ser verdade, seja!!
Muita iluminação ○○○


quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Noel


        
          Já faz muito, muito tempo que não escrevo pra você. Me lembro de quando, já perto do natal, eu deitava de barriga no chão e pernas pro ar e ia te contar o que eu queria de presente. Mas sabe, sinceramente, não achei que te escreveria de novo, não. . Você sabe, não fui boazinha, fui zangada, malvada até, exigi muito dos outros e não quis saber se estava fazendo o que era certo. Eu chorei, me mantive calada e fechada, me tranquei, virei pro lado e dormi cedo, tive medo de dizer Feliz Natal. Não mereço presentes. . .        
        Tenho medo dos próximos natais, Noel. Estive gelada nesses últimos anos e preciso me aquecer. Mas, quero que as pessoas todas a minha volta estejam agasalhadas também. Andei olhando tudo, distraída e observadora, achando que os presentes que elas estão pedindo sairam um pouco de moda. Sei bem, não é da minha conta , mas dá angústia, eu também já pedi alguns meio inúteis, mas hoje, olha, eu só queria pedir uma coisinha:
     ** Despeja todo amor e alegria, força e esperança que você carregar nesse saco vermelho de bordas brancas! Sacode bem, deixa tudo cair de leve nos rostos e mãos.. Não quero que elas vivam se virando sem calor de abraço, cumplicidade nos olhares, sorrisos verdadeiros e doações de si mesmas. Elas precisam. Não sabem ainda, mas já precisam.
          Não prometerei me comportar e nem escrever novamente, mas espero que não esqueça. Sei que há muitos outros pedidos aí espalhados, então já vou embora.
                                            
                                               

                                                 Abraços brancos e vermelhos.

                                                                           

                                                                         Menina do apart. 159.




terça-feira, 21 de dezembro de 2010



“Isso é insuportável. Tantas coisas que eu queria dar pra você - e isso é o que você
decide pedir. Você tem idéia do quanto é doloroso, tentar te recusar quando você me implora desse jeito?” - Edward para Bella_Eclipse






Só queria a presença, o sorriso bobo e adocicado, as mãos quentes e macias  e o arrepio constante e atrapalhado.
Preciso sim, preciso tanto...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Sinceramente ○○○

É tão difícil te dizer adeus..
( •••)
Tão...

      Você não tem idéia de como está sendo deixar nossa vida e planos e virar as costas e dar o fora.
      Não sabe que meu coração quer dizer o contrário, que meus pés só querem correr pra ti, que eu preciso chorar e gritar feito louca pra essa dor passar.
     Me diz, me promete que essa dor vai passar.
     Que você vai traçar um caminho bem melhor longe de mim.
     Que você vai ser muito feliz e a angústia na minha garganta vai descer goela abaixo e valer a pena.
     Me promete e...

...Fica bem. 








P.s: O sempre e pra sempre nunca vai acabar.









sábado, 20 de novembro de 2010

Não tenho mais argumentos.
Você diz que a culpa é minha quando o que eu mais quero ainda é te abraçar, te olhar nos olhos e deixar todo o resto pra trás. 
Mas, você custa a entender... Amor não precisa de testes. 











quinta-feira, 18 de novembro de 2010